No icon

Por: Perfexx

Música, carreira e preconceito são os temas do episódio de "Sai da Caixa" com Péricles

O penúltimo episódio da primeira temporada de “Sai da Caixa”, apresentado por Tiago Abravanel, no Canal UOL, recebeu hoje Péricles. O programa já está disponível no Youtube do canal. Assista aqui.

O papo sobre música, melhores shows e curiosidades da carreira se misturou com sua música de trabalho “To Achando que é Amor”, do álbum homônimo lançado em 2020, e uma versão das canções “Se Eu Não Te Amasse Tanto Assim” e “Olhos Coloridos”.

Segundo Péricles, “Olhos Coloridos” nunca foi tão atual e por isso foi escolhida por ele para o episódio. “Hoje ainda existem pessoas acreditando que a cor da pele define o caráter de uma pessoa. E isso é tão fora de moda, não cabe mais. Eu não gostaria de ver essa música tão atual, queria que ela fosse considerada um clássico antigo, para gente lembrar só como um tempo ruim”, conta. “Se não tá bom pra um, não tá bom pra todo mundo. Quando eu vejo outro sofrendo por preconceito ainda, fica difícil eu dizer que não sofro com isso”, completa.

Mas Péricles também contou sobre outras profissões que teve, paralelamente à música, até poder viver só da sua arte. Inspetor de alunos, metalúrgico, sapateiro e até cabelereiro foram profissões que, segundo o cantor, o ajudaram a saber como é o ser humano, ouvindo e contando histórias, e vendo a vida das pessoas se transformar. “Como cabelereiro eu tinha a oportunidade de mudar a vida das pessoas, mostrando a beleza onde elas não sabiam que tinham”.

Durante o bate-papo, Péricles falou também sobre as vozes lindas que admira e as lembranças de shows marcantes. Entre as vozes que o cantor destacou no bate-papo estão Clara Nunes, Emílio Santiago, Elis Regina e Ângela Maria. Mas contou que Roberto Carlos, Fábio Junior e Luan Santana são artistas que o emocionam demais. “Emocionar não é só a técnica ou o alcance agudo. É a nota certa, quase sussurrada que toca a gente mesmo”. Sobre apresentações marcantes, o cantor relembra a gravação do DVD de 25 anos do Exaltasamba, quando ficou muito nervoso, e o show Mensageiro do Amor, já na carreira solo, no Estádio da Fonte Nova, para mais de 30 mil pessoas.

Comment